Seja bem vindo, você também

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Aprendendo um pouco.

Olá,...
Algumas coisas são complicadas de entender, e as vezes errando, é o jeito mais prático para se aprender essas coisas.
As baterias automotivas, por exemplo, costumam durar uma média de 4 anos para serem substituídas e quando precisamos comprar uma nova, dependemos unicamente do conhecimento dos vendedores que nos atendem, para que compremos a bateria correta; Voltagem, Amperagem de arranque e Amperagem hora.
Como eu não entendo bem desse assunto, levei essas características anotadas em um papel, afim de  fazer um orçamento. E como já era de se esperar, o vendedor “não sabia” o que significava o valor 450 A (Amperagem de arranque), e disse que o que valia mesmo era o valor 48 Ah (Ampéres hora), fiz de contas que concordei e resolvi fazer uma pesquisa a respeito, e descobri que o “450 A”, corresponde a potência máxima que uma bateria nova e carregada produz no momento de funcionar o motor de partida do carro, o que quer dizer que  o motor de partida deste carro precisa de uma bateria com estas especificações, afim de que a mesma funcione corretamente durante toda sua vida útil, e foi ai que comecei a entender o porque que algumas baterias duram bastante tempo, e outras menos tempo, mesmo com marcas iguais.
Bateria com lâmpadas
Resumindo: se a bateria do carro X é de 450 A quando está nova, isso quer dizer que a medida que vai envelhecendo, essa potência vai diminuindo até chegar ao ponto em que não tem mais força de funcionar esse mesmo carro. Por outro lado, se eu colocar uma bateria de apenas 300 A, como sugerida pelo vendedor, ela mesmo nova já está 150 A menos potente do que a de 450 A, ou seja eu já comprei perdendo 33%, o que equivale a uma vida útil sem perspectiva de duração, pois vai depender do tempo que ela vai durar até chegar ao mínimo que o motor de arranque precisa para poder funcionar.
Só para relembrar, eu não entendo muito bem desse assunto, apenas cheguei a essa conclusão baseado em experiências antigas e em umas poucas pesquisas que fiz, portanto se alguém entende cientificamente e quiser acrescentar alguma coisa, sintam-se a vontade para comentar.
Essa imagem, representando uma ligação em série "incorreta" de três lâmpadas, é uma modelagem 3d feita no Blender.
Clique nas imagens para ampliar e muito obrigado pela visita.

14 comentários:

  1. como vc mesmo reparou também não sou muito entendido mas uma bateria parte do princípio eletromagnético pois temos elementos químicos que estarão em um dos pólos da bateria, transformando energia química em elétrica...lá pelo meu blog, bom, ando pirando...o assunto é bom e vou ver o vídeo que vc enviou thanks!
    e volto para falarmos mais sobre o assunto, já que acho que arrumei um blogueiro que curte o assunto rs...
    abraços!

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Ricardo!
    Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  3. Fui ao link proposto e descobri um video de uns 10 minutos aonde realmente parece funcionar uma máquina através do eletromagnetismo. O assunto é complicado pois muitos fazem por desacreditar tal possibilidade, existe também toda uma ignorância por nós leigos, sobre a verdadeira sabedoria de Nicola Tesla que parece ser o precursor destas experiências. O jeito é continuar a teorizar e mais do que isso, experimentar. Grande abraço e talvez algum outro dia vc possa fazer uma explicação sobre este programa que usa, o Blender para que eu possa entender melhor!

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito muito na capacidade que o ser humano tem de elaborar teorias e torná-las realidade, desde que, baseada em alguma lógica.
    O Blender é um programa 3d gratuito que pode ser baixado e usado livremente. Desde que o vi, foi paixão ao primeiro clique. O link dele tá na minha relação de sites interessantes. Blender3d.org.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá Tito! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, bem como desejar uma ótima noite para ti e para os teus.

    Com relação à bateria, lamento, mas infelizmente não posso te ajudar em nada, pois sou totalmente leigo sobre o assunto. Rsrs.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  6. Valeu, Rosemildo!
    Obrigado e volte sempre.

    ResponderExcluir
  7. Olá Tito, vou ler e reler , estudar, anotar detalhes, gravar o significado do tal 450 A, pois, quando eu tiver que trocar a bateria do meu carro, vou deixar o vendedor boquiaberto com minha "sabedoria". É sério!
    Obrigada pela dica.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Shirley!!
    Muito obrigado pela visita, e quando souber mais informações repasse pra mim, rs.
    Só, pra complementar, essas especificações estão contidas nas baterias, mas na web parecem que são "irrelevantes". Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, eu consegui entender 'nada', mas foi o suficiente para ter uma conversinha com meu marido e tentar impressiona-lo!!Vou tirar um sarro... Sabe quando a gente decora mas não entende? Pois é... rsss, consegui!

    Grande abraço, Tito!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Tais!
    Esse assunto é novo para mim, no entanto vou acatar as informações que obtive em alguns sites na internet.
    Obrigado pela visita.
    Abraço...

    ResponderExcluir
  11. __●__ ●
    _ █___█
    __ █__ █_
    __ █__ █
    __ ███____________█████    
    _█▒░░█_________██▓▒▒▓██ ☆
    █▒░●░░█___ ██▓▒██▓▒▒▓█   ★
    █░█▒░░██_ ██▓▒██▓▒░▒▓█
    _██▒░░██ ██▓▒░██▓▒░▒▓█    ★
    ____█▒░██ ██▓▒░░ ████▓█
    ___█▒░██__██▓▓▒▒░░░██   ★★
    ____█▒░██___████████████
    _____█▒░█▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒█
    ______██████████████████.•°*”˜҈.•°*”˜҈..•°Excelente post !
    ..............★MaRiBeL★ http://yomismaokk.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir
  12. Olá, Maribel!
    Obrigado pela visita, e seja sempre bem vinda. Abraço...

    ResponderExcluir
  13. Oi, Tito, o que eu quis dizer é que mesmo bem explicadinho não entendo nada de carro, bateria etc apesar de ter carro. Deixo tudo com o maridão. Talvez porque cada vez que saio de carro tenho de tomar Dramim (enjoo), meu objetivo é chegar logo!!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Claro Tais, tinha entendido!
    Acho que me expressei "meio torto" de novo. rs.
    Abraço...

    ResponderExcluir